TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

sábado, 10 de novembro de 2018

Mais atuantes em facções, mulheres são vítimas de homicídio com mais frequência

Um fenômeno crescente nos últimos anos, que chegou ao auge no ano corrente, é a participação de mulheres em facções criminosas, o que elevou o número de pessoas do sexo feminino que são vítimas de homicídio. Entre as Áreas Integradas de Segurança (AIS), os maiores números de mulheres mortas estão na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), no período de 2015 a outubro de 2018, conforme números obtido pelo G1 com Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Em Fortaleza, a Área Integrada de Segurança 6 (onde ficam os bairros Amadeu Furtado, Antônio Bezerra, Autran Nunes, Bela Vista, Bonsucesso, Dom Lustosa, Henrique Jorge, João XXIII, Jóquei Clube, Padre Andrade, Parque Araxá, Parquelândia, Pici, Presidente Kennedy, Quintino Cunha e Rodolfo Teófilo) apresenta o pior número: 68 mortes de mulheres.

Nenhum comentário: