TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Mesmo após novos apelos do PT, PDT reafirma que Ciro não atuará na campanha de Haddad

Dirigentes do PDT reforçaram nesta segunda-feira (15) a posição de que o candidato do partido a presidente, Ciro Gomes, não atuará na campanha de Fernando Haddad no segundo turno, apesar dos novos apelos de integrantes do PT, informa o repórter Nilson Klava, da GloboNews.

O PT tem buscado receber o apoio público de pessoas como Ciro, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa, por exemplo.

"Nossa posição é muito mais anti-fascismo e anti-Bolsonaro do que pró-PT. Não vamos nos envolver na campanha. A partir de agora, vamos apostar na candidatura de Ciro para 2022", afirmou nesta segunda-feira o presidente do PDT, Carlos Lupi.

Na semana passada, o PDT informou que, apesar de apoiar Haddad, o apoio será "crítico" e que o partido não participará da campanha petista no segundo turno.

Nesta segunda-feira, o senador eleito Cid Gomes (PDT-CE), irmão de Ciro, afirmou: "Na hipótese de Haddad ganhar, estaremos na oposição".

"O Ciro tem que se preservar, Ele se manifestou no domingo, logo depois do resultado, por uma posição em defesa à democracia. Repetiu ele não. Agora, Ciro tem que se preservar mesmo", disse Cid Gomes.

Mais cedo, nesta segunda, um grupo formado por representantes de seis partidos (PT, PCdoB, PROS, PSB, PCB e PSOL) se reuniu em Brasília para assinar um manifesto a favor de Haddad. Carlos Lupi, presidente do PDT, não participou do encontro.

Nenhum comentário: