TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

domingo, 16 de setembro de 2018

Juíza pediu transferência de detentos antes de serem mortos, diz TJCE

A 1ª Vara da Comarca de Cascavel havia formalizado pedido de transferência dos três detentos mortos em rebelião na Cadeia Pública do Município. Dois deles estavam presos desde a tarde da última sexta-feira, 14. As informações são do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará. Na manhã desse sábado, 15, detentos quebraram cadeados e celas e acessaram a área isolada, em seguida mataram três detentos que supostamente acreditavam ser de facção rival.

Nesse sábado, o Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sindasp), por meio do diretor Natanael Andrade e e o presidente do Conselho Penitenciário (Conpen), Cláudio Justa, lamentaram a demora pela transferência dos presos. O TJCE afirmou que os pedidos de transferência estavam sob análise da Vara de Corregedoria dos Presídios de Fortaleza e que a autorização depende da disponibilidade de vagas e as providências necessárias para o recambeamento desses presos.

De acordo com o TJCE, enquanto aguardavam a transferência, os três detentos estavam em ambiente isolado e havia reforço na segurança. De acordo com o diretor do Sindicato dos Agentes Penitenciários, havia 85 presos na unidade, que possui capacidade para 30. Os detentos da Cadeia Pública de Cascavel são de uma facção criminosa e não aceitam presos de grupos rivais. A ameaça de que iriam matar as três vítimas já havia sido feita no dia em que eles chegaram na cadeia.

Nenhum comentário: