TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

terça-feira, 10 de julho de 2018

INSS corta mais de 11,7 mil benefícios no Ceará

A realização de 20.224 perícias em auxílios-doença e aposentadorias por invalidez no Ceará resultou no corte de 11.719 benefícios. Os dados se referem ao pente-fino do Instituto Nacional de Seguridade Social que vem sendo realizado desde o segundo semestre de 2016 até o último dia 30 de junho deste ano. A interrupção do pagamento no Estado gerou aos cofres públicos economia de R$ 181,7 milhões, de acordo com os números fornecidos nessa segunda-feira (9) pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

Do total de revisões realizadas no período, 12.342 foram em auxílios-doença e 7.882 dizem respeito à aposentadorias por invalidez. Foram 9.719 auxílios-doença cessados e 2.060 aposentadorias por invalidez canceladas. Até o fim do ano devem ser periciados 17.978 auxílios-doença e 26.018 aposentadorias por invalidez no Estado, conforme expectativa do governo federal.

Em março, foi iniciada uma nova etapa do Programa de Revisão de Benefícios por Incapacidade ou simplesmente pente-fino do INSS, com a convocação de 522 mil beneficiários por meio de cartas. O alvo são as pessoas que recebem auxílio-doença e estão há mais de dois anos sem passar por perícia médica e aposentados por invalidez com menos de 60 anos. Os beneficiários cujo endereço não foi encontrado ou ainda os que não realizaram agendamento dentro do prazo determinado na convocação de março foram convocados em lista publicada no Diário Oficial da União (DOU) em abril. Quem, ainda assim, não atendeu ao chamamento do INSS ou não compareceu na data agendada para a perícia médica teve o benefício suspenso.

A partir da suspensão, o prazo para a agendar a perícia foi estabelecido em 60 dias. Os beneficiários que não buscarem o INSS dentro desse prazo terão o benefício cancelado.

Nenhum comentário: