TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Bovespa cai 2%; ações da Petrobras despencam 13% após redução no preço do diesel

O principal índice de ações da bolsa brasileira aopera em queda de mais de 2% nesta quinta-feira (24), pressionado pelo recuo das ações da Petrobras, com os investidores reagindo mal à decisão da petroleira de reduzir em 10% o preço do diesel por 15 dias, em meio aos protestos de caminhoneiros no país.

Por volta das 10h30, o Ibovespa caía 2,23%, a 79.065 pontos.

Por volta do mesmo horário, as ações preferenciais da Petrobras despencavam 13,41% (R$ 20,16), enquanto que as ordinárias caíam 13,70% (R$ 23,43). Na véspera, o índice fechou em queda de 2,26%, a 80.867 pontos, acumulando perda de 6% no mês.

Recuo da Petrobras
Os ADRs, recibos de papéis da empresa que são negociados na Bolsa de Valores de Nova York, chegaram a cair 11,32% na véspera, para US$ 13,40, no chamado "after market" (período que sucede o horário regular do pregão), segundo o Valor Online, com os investidores temendo uma volta da ingerência política na empresa e um risco à gestão autônoma que vigora desde o início da presidência de Pedro Parente.

A Petrobras decidiu na quarta-feira reduzir 10% o preço do diesel nas refinarias em meio aos protestos dos caminhoneiros pelo país. "É uma medida de caráter excepcional. Não representa uma mudança de política de preço da empresa", afirmou o presidente da estatal, Pedro Parente. "São 15 dias para que o governo converse com os caminheiros", acrescentou. A medida vale apenas para o diesel.

Segundo a petroleira, durante esses 15 dias a perda estimada para a Petrobras será de cerca de R$ 350 milhões, com um impacto no caixa de R$ 100 milhões. Esse valor não será recuperado pela empresa, mas, também segundo estimativas da petroleira, se houvesse interrupção total da produção nas refinarias, a Petrobras registraria perda diária de R$ 90 milhões.

Globo

Nenhum comentário: