TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

domingo, 22 de abril de 2018

Goleiro Júlio César se despede do futebol em grande estilo

O goleiro Júlio César foi o grande destaque da vitória do Flamengo sobre o América Mineiro por 2 a 0, na noite deste sábado no Rio de Janeiro. A partida no Maracanã, válida pela segunda rodada do Brasileirão, contou com mais de 50 mil torcedores para a despedida do jogador dos gramados. Criado na base do Flamengo e com passagens marcantes pelo futebol europeu e Seleção Brasileira, Júlio César encerrou a carreira no clube do coração com uma atuação de gala. 

O Coelho valorizou a vitória rubro-negra, especialmente no segundo tempo, e deu trabalho ao arqueiro, que fez grandes defesas. Ao final, a torcida gritou muito seu nome e levou o jogador às lágrimas. 

"Às vezes eu nem sei se mereço isso tudo. Queria agradecer quem veio prestigiar o Flamengo e o Julio Cesar. Valeu rapaziada!", afirmou Julio César, que também foi homenageado pelo América com uma flâmula.

"Agradeço ao América-MG pela lembrança. Sou um cara que coleciono momentos. É um momento muito especial para mim. Pode ter certeza que eu vou guardar com muito carinho," afirmou. A festa da torcida, que pedia para que ele não se aposentasse, e da grande atuação, mostrando que ainda está em plena forma, Júlio César garantiu que não mudará de ideia. "Eu já vim com a situação bem fixa na minha cabeça e bem madura. Me despeço do futebol feliz por aquilo que eu fiz e o mais importante para mim foram as amizades que fiz no futebol. Espero ter deixado um legado positivo com as pessoas que eu convivi," concluiu. 

Companheiro desde os tempos das divisões de base, o zagueiro Juan foi poupado do confronto e não esteve entre os titulares, mas entrou no gramado após a partida para um abraço no amigo. Emocionado, ele foi às lágrimas e também projetou seu adeus em breve. "É difícil, cara. A gente começou junto (disse chorando). Ele merece tudo isso. É uma pessoa sensacional, um goleiro fora de série. Infelizmente não estive dentro de campo. Infelizmente não tenho a idade de jogar todos os jogos e ele merece toda essa festa. É um irmão que o futebol me deu. Está chegando a minha hora também."

Gazeta 

Nenhum comentário: