TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

domingo, 8 de abril de 2018

4 Estrelas: General iguatuense chega ao Alto Comando do Exército

O general do Exército, Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, iguatuense, foi promovido, ao posto de general de Brigada, obtendo quatro estrelas. Ele vai assumir neste mês o Comando do Norte, sediado em Belém.

Depois de 23 anos, o Ceará voltou a ter um general no Alto Comando do Exército.

Nesta quinta-feira, 5 de abril, em cerimônia realizada no Clube do Exército foi formalizada a promoção de 19 generais de Brigada, 14 generais de Divisão e três Generais de Exército.

A cerimônia, presidida pelo ministro interino da Defesa, general Exército Joaquim Silva e Luna, contou com a presença do ministro de Segurança Institucional, Raul Jungmann, e do Comandante do Exército, Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, dentre outras autoridades civis e militares.

Conforme as tradições castrenses, coube ao Chefe do Estado-Maior do Exército, general do Exército, Fernando Azevedo e Silva, realizar a saudação aos generais em nome do Comandante do Exército.

O general Paulo Sérgio é filho de José Adolfo de Oliveira (in memoriam), bancário do Banco do Brasil, e Lindalva Nogueira de Oliveira. Até os 11 anos de idade estudou em sua cidade natal. Após aprovação em concurso público, ingressou no Colégio Militar de Fortaleza, em regime de internato, onde, posteriormente, e fruto de muita dedicação aos estudos, seguiu para a Escola Preparatória de Cadetes do Exército (1974), e Academia Militar das Agulhas Negras (1977), sendo declarado Oficial do Exército da Arma de Infantaria em dezembro de 1980.

Após 44 anos de serviços prestados ao Exército e ao Brasil, tendo servido em diversas guarnições militares espalhadas pelo País, e ter desempenhado, por dois anos, a função de Adido Militar do Brasil no México, merecidamente, atinge o mais alto posto da carreira militar.

O general Paulo Sérgio em sua primeira comissão no novo posto, será o comandante Militar do Norte, na Amazônia Oriental, com sede em Belém, e que abrange os Estados do Amapá, Pará, Maranhão e parte do território do Tocantins. Ele assume a função no próximo dia 23.

Os coronéis promovidos ao posto de general de brigada receberam a espada de general, que é um símbolo que envolve o compromisso e a tradição militar, e é baseada na espada do patrono do Exército, marechal Luís Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias.

DN Centro Sul
jornalista Honório Barbosa

Nenhum comentário: