TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

quarta-feira, 14 de março de 2018

Presidente do TSE acionará PF para impedir fake news com envolvimento de deputados

Roselena Uchôa é uma mulher odiada em Camocim. Demitida da prefeitura por brigar com a sua própria sombra, nunca se conformou na vida em não ter realizado seu sonho de adolescência: ser a primeira-dama do Município. Rejeitada pela própria família, tentou arrumar um jeito de ser aceita.

A tática de Roselena foi ser a “ doidinha ensapatada” de Camocim. Se aproximou do ex-prefeito de Granja, Romeu Aldigueri, e do seu parente, ex-prefeito Chico Paulino. Sua função: atacar com baixarias a administração da prefeita Mônica Aguiar. Todos compreenderam que a relação, aí, era de ódio pessoal. Roselena sempre quis ser a Mônica e ter tudo da prefeita: a família, o prestígio, o mandato.

Sem ser respeitada, e sem seguir a orientação médica, Roselena passou a ser um problema sério para quem simpatiza com suas loucuras. A última foi acusar o deputado Sérgio Aguiar de “pedofilia”. Sem prova nenhuma. Assustado com a repercussão, Romeu foi categórico: “não tenho aproximação nenhuma com essa senhora. Ela é uma doente mental. Minha briga com Sérgio Aguiar é política. Não travo disputas em campo pessoal, ainda mais com mentiras”. Chico Paulino também tenta se isolar dela.

Revoltada, e por ter sido desmoralizada, Roselena Uchôa resolveu atacar o jornalista Donizete Arruda, espalhando mentiras sobre a cobrança de propina em seu Facebook e via WhatsApp. Já havia feito isso contra Sérgio Aguiar. 

Ceará News

Nenhum comentário: