TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

sexta-feira, 9 de março de 2018

Pedetista reage contra Capitão Wagner e manda 12 razões para se votar em Ciro Gomes

O deputado estadual José Sarto (PDT) pediu espaços para se contrapor ao deputado estadual Capitão Wagner (ainda PR) que, neste Blog, divulgou 12 razões para não se votar no presidenciável Ciro Gomes (PDT). Ele mandou 12 motivos para o povo brasileiro escolher o pedetista para o Planalto. Confira:

12 razões para o povo brasileiro escolher Ciro Gomes

1. Político experiente, já foi governador do Ceará, prefeito de Fortaleza, deputado estadual, deputado federal, Ministro da Fazenda e Ministro da Integração Nacional. Conhece bem os desafios da gestão pública e os caminhos para recolocar o Brasil na rota do desenvolvimento;

2. Quando assumiu a Prefeitura de Fortaleza, em janeiro de 1989, reequilibrou as contas públicas, pagou os salários dos servidores que estavam atrasados e terminou o primeiro ano com a maior aprovação entre prefeitos de Capitais, segundo pesquisa do Datafolha, divulgada pelo jornal Folha de São Paulo. À época eu era vereador;

3. Como governador do Estado do Ceará, eleito em 1990, profissionalizou a administração pública. Nomeou para sua gestão nomes majoritariamente técnicos, aumentou expressivamente a arrecadação do Estado, estimulou a criação de microempresas e investiu maciçamente em saúde e educação, o que lhe rendeu a maior aprovação entre todos os governadores de Estado, também de acordo com pesquisa do Datafolha;

4. Ainda no Governo do Estado, Ciro Gomes reduziu a mortalidade infantil e realizou uma das mais importantes obras hídricas do Estado até hoje, o Canal do Trabalhador. A obra foi realizada em tempo recorde, apenas três meses, e salvou Fortaleza e a Região Metropolitana de um absoluto colapso de água;

5. Tanto na Prefeitura de Fortaleza quanto no Governo do Estado, Ciro valorizou as mulheres e as nomeou nas secretarias mais estratégicas de seus governos.

6. Ao deixar os Governos, Ciro Gomes recusou as pensões vitalícias às quais teria direito como ex-prefeito e ex-governador. Em valores atualizados, poderia estar recebendo quase R$ 90 mil de pensão, mas não aceitou por achar esse benefício “imoral”;

7. Assumiu o Ministério da Fazenda e foi um dos principais idealizadores do Plano Real, que livrou o Brasil de uma crise econômica profunda e do fantasma da hiperinflação;

8. Foi candidato à Presidência da República duas vezes, em 1998 e 2002 e teve oportunidade de percorrer o Brasil e conhecer de perto os desafios e as potencialidades dos municípios e estados brasileiros;

9. Ao assumir o Ministério da Integração Nacional, mais uma vez demonstrou competência e capacidade de gestão, sendo peça fundamental para o início da tão sonhada obra da Transposição do Rio São Francisco, que hoje é realidade em vários municípios do Nordeste;

10. É o único pré-candidato à presidência que se apresenta não apenas com palavras soltas, mas com um bem encaminhado projeto nacional de desenvolvimento para o Brasil, que propõe a retomada da indústria nacional, a valorização dos trabalhadores e a taxação de grandes fortunas, fazendo reduzir a grande desigualdade hoje existente no Brasil;

11. Ciro Gomes se expressa de forma simples e sincera, não é bajulador e não tem compromisso com as coisas erradas. Muitas vezes é mal compreendido, mas não se furta de defender aquilo que é certo e justo;

12. Ao longo dos mais de 36 anos de vida pública, Ciro Gomes nunca se envolveu em nenhum processo de corrupção. Tem vida pública limpa, séria e, sem dúvida, o povo brasileiro saberá reconhecer em Ciro o candidato sério e comprometido com os interesses do Brasil que tanto precisamos.

Blog do Eliomar de Lima

Nenhum comentário: