TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

domingo, 14 de janeiro de 2018

Quixadá: Profetas da chuva apontam quadra invernosa na média a pouco superior ao ano passado

Deve chover na média a um pouco mais em relação ao ano anterior. Esse foi o diagnóstico para a quadra invernosa deste ano no Ceará, apresentado pela maioria dos 23 participantes do 22º Encontro dos Profetas da Chuva, realizado na manhã deste sábado (13), em Quixadá.

A surpresa ficou por conta de uma colmeia de inchuí, pesando nove quilos, apresentada pelo profeta Erasmo Barreira, e do período das chuvas, onde cinco deles apontam nas suas previsões se tornarem mais frequentes já a partir desta segunda quinzena de janeiro, se estendendo até meados de junho.

Apesar de preverem um bom tempo para plantio e colheita no campo, para eles, as precipitações deste ano não serão suficientes para repor a carga hídrica dos maiores açudes do Estado, o Castanhão, o Orós e o Arrojado Lisboa, em Banabuiú. Poderá até cair mais água em algumas regiões, enquanto noutras a incidência de chuvas permanecerá na média, de qualquer forma aliviando um pouco mais a estiagem que se estendeu por seis anos.

Para Helder Cortez e João Soares, idealizadores e organizadores do Encontro, segundo eles o mais antigo e maior do País, na avaliação geral dos cientistas populares, dessa vez contando com mais representantes de outras regiões, e ainda o pesquisador Luiz Gonzaga Campos, de Camocim, as previsões apontam para um bom inverno, como havia ocorrido no ano anterior. Entretanto, para 2018, diversos fatores observados por eles sinalizam para um quadro meteorológico ainda melhor.
Agora, é esperar começar a chover, destacando a dupla que além da perspectiva da meteorologia popular, o Encontro tem como objetivo preservar essa cultura herdada de geração a geração, transformando o momento, realizado pelo segundo ano consecutivo no campus do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), em Quixadá, no entorno do Açude Cedro, em uma grande festa, onde o público pode acompanhar as previsões de cada uma deles.

Além das previsões houve homenagem ao profeta Paroara, falecido no ano passado, e ainda apresentações de Walter Lima, de Deisielly do Acordeon e a “Poesia da Umbelina”, recitada pelo odontólogo e profeta da chuva Paulo Costa. Ele foi quem animou mais o publico, afirmando nas suas previsões não haver mais seca no Ceará pelos próximos 10 anos.

Os secretários de Cultura de Quixadá, Audênio Moraes e do Estado, Fabiano Piúba, prestigiaram o Encontro e ficaram empolgados com o que viram. O secretário estadual do Desenvolvimento Agrário, Dedé Teixeira, e de Gabinete, Elson Batista, também compareceram, além dos prefeitos de Choró, Marcondes Jucá, de Piquet Carneiro, Bismarck Bezerra e de Quixadá, em exercício, João Paulo Furtado. O reitor do IFCE, Virgílio Araripe e o diretor do campus, Helder Albuquerque completaram a lista.

DN Sertão Central

Nenhum comentário: