TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Avião que caiu com Teori Zavascki não registrou pane ou mau funcionamento, declara FAB

A Força Aérea Brasileira (FAB) divulgou, nesta segunda-feira (22), um relatório sobre as investigações do acidente aéreo que matou o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), em janeiro do ano passado. O relatório apontou que o avião que transportava o ministro não registrou pane ou mau funcionamento no sistema e que uma desorientação espacial do piloto Osmar Rodrigues, que também morreu, contribuiu para o acidente. Com informações do G1.

Os dados sugerem, segundo a Aeronáutica, que, viajando sob chuva e depois de arremeter duas vezes para pouso na pista de Paraty (RJ), o piloto se confundiu sobre a verdadeira altitude do avião e acabou batendo na água. O ministro e mais quatro pessoas morreram no acidente, ocorrido em Paraty, no Rio de Janeiro.

"As condições de voo enfrentadas pelo piloto favoreceram a ocorrência da ilusão vestibular [um dos sistema de orientação humana, na região do ouvido] por excesso de [aceleração da gravidade] 'G' e da ilusão visual de terreno homogêneo", diz o relatório.

"O piloto, muito provavelmente, teve uma desorientação espacial que acarretou a perda de controle da aeronave", diz o relatório da Aeronáutica.

Ainda conforme a FAB, as condições de visibilidade na hora do acidente eram "restritas", embora o piloto do avião, Osmar Rodrigues, fosse "experiente". A apuração da Aeronáutica, assim como o inquérito em andamento na Polícia Federal, não encontrou sinais de sabotagem no voo.

Antes do anúncio à imprensa, a Aeronáutica informou o resultado da investigação aos familiares das vítimas.

Nenhum comentário: