TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Prejuízos: valor do precatório a ser rateado entre os professores de Acopiara está sendo questionado

Os professores da rede municipal de ensino de Acopiara que têm direito de receber o dinheiro do precatório do FUNDEF entenderam como piada o valor de R$ 25.936.065,12 divulgado pela Prefeitura para ser rateado entre a classe. 

Apesar do prefeito Antonio Almeida (PMDB) e da própria presidenta do Sindicato, Silvana Araújo, terem afirmado que o dinheiro estava numa conta de rendimento, os cálculos feitos para a divisão dos recursos estão baseados apenas no valor de R$ 43.226.808,53, sem os devidos acréscimos.

Nas redes sociais, é possível perceber a insatisfação dos professores. Um Projeto de Lei de autoria da Prefeitura pedindo abertura de Crédito Especial deve ser votado amanhã em Sessão Extraordinária.

O SINDIPREMA - Sindicato dos Professores da Rede Municipal de Ensino de Acopiara postou uma nota no facebook se colocando contrário a votação da matéria do jeito que está.

Veja:

A ÚLTIMA ARTIMANHA DO SSPMA!

Como é que eu vou numa rádio e digo que não sei qual o valor atual do precatório, enquanto meus advogados têm um recibo de cálculo da mora consultado em 04/03/2016, às 16h38min30seg, onde diz que até o dia 15/12/2016 o valor total do precatório era de R$ 52.666.141,03?

O SINDIPREMA sabe que as partes ativas do processo podem consultar valores, pedir extratos, etc. 

MAS NÃO FAZEM, POR QUÊ?

(veja recibo postado e leia na íntegra)
Nenhum texto alternativo automático disponível.
ATENÇÃO VEREADORES!

QUE DOCUMENTO É ESSE DO PREFEITO?
Nenhum texto alternativo automático disponível.
Esse outro documento do prefeito, se for referente aos 60% do precatório do professor NÃO ESTÁ ATUALIZADO!

Não pode ser aprovado dessa forma.

ATENÇÃO PROFESSORES!

Amanhã todos os professores devem se fazer presente na sessão da Câmara Municipal de Acopiara.

Precisamos saber do VALOR ATUALIZADO, da RELAÇÃO DOS PROFESSORES e de todas as informações necessárias para que o precatório seja pago de forma justa.

SÓ QUEREMOS ISSO!

Como já disse, pela Lei e pelo acordo feito em Acopiara de pagar os 60% do precatório aos professores efetivos do período de 1999 a 2006, eu não tenho direito, pois sou do último concurso. 

Mas como Presidente do SINDIPREMA, estou na luta porque desejo que vocês (Professores) recebam o que é de vocês por direito.

Que a categoria tenha muito dinheiro, já que toda vida foi tão massacrada, ludibriada... Mas é preciso ser forte e prático. E que pelo menos uma vez na vida coloque a mão na consciência e diga esse dinheiro é meu por direito. Não aceito que tirem nenhum centavo. Quem sofreu numa sala de aula foi o Professor.

BOA SORTE,

SINDIPREMA.

Nenhum comentário: