TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Sobre o ocorrido no dia 30 de agosto no hospital de Quixelo

Pessoas com histórico de depressão podem agravar o quadro clínico com alteração de humor, principalmente em casos onde mistura-se a medicação controlada com o álcool. Tais surtos produzem históricos de violência, podendo chegar à extrema violência, descontrole emocional, dentre outros.

Tal situação pode ocorrer em qualquer lugar, a qualquer hora, sem aviso prévio, mas pode ser contornada e seus efeitos minimizados.

O que aconteceu no hospital de Quixelô, na última quarta-feira, dia 30 de agosto, às 22 horas, foi algo inesperado e que fugiu ao controle da equipe pelo fator surpresa.

FELIPE DE OLVEIRA, 26 anos, natural de Mombaça/CE, acompanhado de um amigo não identificado (que filmou as agressões de Felipe e a reação da população) entrou na emergência para ser atendido alegando ter sido vítima de acidente de carro no sítio Bandeira. Imediatamente médico e enfermeira chegaram ao atendimento e quando se preparavam para iniciar os procedimentos de rotina o paciente entrou em surto psicótico.

Visivelmente embriagado e descontrolado FELIPE DE OLVEIRA – que trabalha na perfuração de poços em Quixelô – começou a destruir tudo o que encontrava pela frente sendo contido por populares e funcionários até a chegada da polícia. A maior preocupação dos médicos e funcionários foi impedir que tivesse acesso a ala superior.

O surto de loucura só acalmou quando ele foi dominado e amarrado. Em depoimento à polícia o FELIPE DE OLVEIRA informou que “não se lembrava de nada.”

O hospital foi limpo e voltou a funcionar normalmente ainda naquela noite. Momentos antes foi realizado o registro fotográfico para fins de perícia e a coleta de provas, listado o que foi destruído e iniciada a apuração contábil do prejuízo que facilmente ultrapassará os 15 mil reais,
Encaminhado à delegacia de Iguatu FELIPE DE OLVEIRA segue preso. Foi arbitrada uma fiança de R$ 4.000,00.

A prefeita Fátima Gomes lamentou o ocorrido e informou estar tudo sob controle e que todas as medidas legais cabíveis foram tomadas e o meliante “vai sim ressarcir o hospital por todos os danos provocados, sejam eles materiais e morais.” Afirmou a prefeita.

Prefeitura de Quixelô
ASCOM – Assessoria de Comunicação

Nenhum comentário: