TV Meu Xodó - A televisão de Acopiara

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Solonópole (CE) está entre os 10 municípios com melhor situação fiscal do Estado

Solonópole está entre os 10 municípios com melhor situação fiscal do Estado
O município de Solonópole tem a 10° melhor situação fiscal do Ceará, de acordo com o novo levantamento da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, FIRJAN, divulgado ontem (10). A gestão alcançou a marca de 0,65 pontos, resultado que a classifica como “Boa Gestão” no Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF). No ranking nacional, Solonópole ocupa a 276° posição entre as mais de cinco mil e quinhentas cidades brasileiras.

Ainda de acordo com a Federação, 88,5% dos municípios cearenses tem um desempenho considerado ruim ou crítico, levando em consideração a baixa capacidade de produzirem receitas próprias, a falta de recursos para arcar com gastos anuais e a alta despesa de pessoal.

Para o chefe de gabinete Ivo Dantas, a efetivação das leis de responsabilidade fiscal e da lei de diretrizes orçamentárias são essenciais para um bom resultado. “Temos um controle muito rígido para manter esse bom desempenho e o fazemos seguindo todos os padrões exigidos por lei. Hoje, Solonópole é um município que não extrapola sua receita. Estamos sempre atentos ao limite de gastos e as despesas futuras”.

O prefeito Webston Pinheiro vibrou o resultado em suas redes sociais. “É uma grande notícia em meio a tanta dificuldade. Vamos continuar trabalhando com muita seriedade e competência para melhorar esse índice e colocar Solonópole no patamar que merece, em reconhecimento nacional”.

O levantamento da FIRJAN, que tem como base dados do Tesouro Nacional de 2016, avalia como são administrados os tributos pagos pela sociedade, já que um quarto da carga tributária brasileira é de responsabilidade das prefeituras.

O Ranking
No Ceará, o maior destaque foi São Gonçalo do Amarante, município que comporta o Complexo Porto do Pecém, que figurou em segundo lugar no ranking nacional, sendo considerado “Gestão de Excelência”. Além dele, Itaitinga, Parambu e Fortim figuraram entre as cem cidades com melhor gestão fiscal do país.

O índice varia de 0 a 1 ponto e as pontuações são classificadas em conceitos: municípios com resultados superiores a 0,8 são considerados “Gestão de Excelência”; entre 0,8 e 0,6, como é o caso de Solonópole, são considerados “Boa Gestão” e de 0,6 a 0,4 “Gestão em dificuldade”. Inferiores a 0,4 ponto são considerados municípios com “Gestão em Situação Crítica”.

Prefeitura de Solonópole

Nenhum comentário: