TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Governador Camilo Santana diz ser “simpático” ao parlamentarismo

Dizendo-se “simpático ao parlamentarismo”, o governador Camilo Santana (PT) criticou a reforma política que está sendo discutida no Congresso Nacional. “Estamos numa contradição muito grande. Reforma não é isso, reforma é rediscutir se precisamos ter 40 partidos neste País. Se esta estrutura de financiamento funciona. Não há uma reforma sem debate e construído coletivamente”, disse o governador em entrevista na rádio Expresso FM nesta quarta-feira, 16.

Bandeira histórica do PSDB, o parlamentarismo vem sendo objeto de debate nos últimos dias desde que o presidente Michel Temer (PMDB) afirmou que modelo poderia ser implantado já em 2018. Já o presidente interino do PSDB, senador cearense Tasso Jereissati, defende parlamentarismo nas eleições de 2022.

Eleições 2018

Sobre as eleições do próximo ano, Camilo não quis se pronunciar, afirmando que este é o momento de “focar na gestão”. No último fim de semana, o PDT anunciou sua chapa para 2018, com Ciro Gomes para presidente, Cid Gomes e André Figueiredo para o Senado e Camilo para a reeleição.

Único petista com espaço na chapa, o governador se vê entre o apoio de Ciro à presidência ou a defensa de Lula, nome do PT. Sobre o assunto, ele afirmou apenas que haverá o “Momento certo” para discutir a questão. “Tenho no Ciro um grande brasileiro. Poucos têm o conhecimento dele. Ele, inclusive, previu muitas coisas que estão acontecendo hoje. Portanto, terá o momento certo para definirmos”, disse.

O POVO Online

Nenhum comentário: