TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Câmara vota convênio com ExpoIguatu e reajuste dos servidores do SAAE

Os vereadores aprovaram dois projetos por unanimidade. Com a presença de representações de entidades interessadas, as matérias foram deliberadas rapidamente.

A Câmara aprovou a celebração de convênio com o Rotary Club de Iguatu no valor de R$ 35 mil para realização da 54ª ExpoIguatu. Breno Teixeira, coordenador do tradicional evento, ressaltou a sua importância para a cidade. “O evento agrega a economia da cidade e deixa um legado a agricultores, empresários do comércio local. Esse valor é bem-vindo e será usado único e exclusivamente para premiações que produtores leiteiros da cidade e região participam”, pontuou.

Antes de ser votado, o líder de oposição e membro da comissão de finanças e orçamento Lindovan Oliveira (PSD) mostrou sua insatisfação de matérias da natureza não tramitar pelo Legislativo conforme prevê o regimento da casa. “Sou a favor desse projeto, mas não posso deixar de posicionar que nesse ano legislativo nenhuma matéria passou pela comissão para análise por meio de reunião”, afirmou.

Rômulo Fernandes (PDT) parabenizou as parcerias entre o poder e eventos que, segundo ele, fortalece a economia local. “Cresce a rede hoteleira, ambulantes conseguem uma renda extra sem falar do comércio de bens e serviços que aquece nesse período”, disse.
SAAE

Outro projeto votado foi o que dispõe sobre o reajuste salarial de 7% aos servidores do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Iguatu. O vereador Lindovan Oliveira ponderou sobre o artigo 77 que assegura ao ocupante da função de superintendente os benefícios de auxílio alimentação. Ele solicitou que os demais servidores, a exemplo os que compõem a comissão de licitação e os cedidos pela Prefeitura à autarquia, também sejam contemplados. “Não se pode ter dois pesos e duas medidas: o justo seria que fosse pra essa parcela que não é contemplada”, disse.

Mário Rodrigues (PDT), presidente da casa, solicitou que o parlamentar opositor fizesse um levantamento para que a ideia seja sugerida ao gestor municipal e uma nova matéria fosse enviada a casa.

Dinheiro na escola

A sessão foi encerada com a participação do secretário da Controladoria, Airton Lavor, que apresentou um levantamento de sua pasta referente à não prestação de contas que ocasionou em atrasos dos recursos financeiros do programa federal Dinheiro Direto na Escola (PDDE). Os parlamentares apresentaram novas situações de competência do titular referentes ao período em que está à frente da pasta.

DN Centro Sul
Jornalista Honório Barbosa

Nenhum comentário: