TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

terça-feira, 11 de julho de 2017

Ator acopiarense, Gero Camilo indica quatro lugares que mais gosta em Fortaleza

O acopiarense Gero Camilo integra o elenco do novo filme Rosemberg Cariry,"Os Pobres Diabos", em cartaz na Capital há uma semana. O ator, poeta, diretor e cantor traça percurso da Praia de Iracema ao Centro pulsante, nesta terça-feira, 11. As indicações fazem parte da série "De Fortaleza, o que mais gosto", neste mês de julho.

A relação cotidiana de Gero com Fortaleza, onde nasceu, é permeada de saudades dos “encontros intelectuais e boêmios” mais frequentes antes da mudança para São Paulo, há cerca de 20 anos. "Não consigo transformar numa ponte-aérea como gostaria. Falar da família é básico, essa coisa de estar distante dos amigos. Mas o que mais sinto falta é de respirar a cidade, passear por ela com bastante tempo", narra.

Trajeto de Gero Camilo

1. Praia de Iracema

"Uma coisa recente muito boa é o projeto de acessibilidade (para idosos, pessoas com deficiência e mobilidade reduzida). Essa acessibilidade pelo lazer, possibilitando que as pessoas se divirtam. Ás vezes, fico sentado observando esse movimento. À tarde, a praia se transforma em um excelente ponto de encontro para a diversidade de Fortaleza”.

2. Mercado dos Peixes

"O passeio de bike pela orla é muito interessante, do início da praia até o Mercado. Fazer uma refeição gostosa, escolhida a dedo, é uma experiência maravilhosa. Aproveitando para chegar bem suado e com bastante fome".

3. Praça José de Alencar

“Para mim, é um espaço muito rico, onde assisti aos meus primeiros filmes, antes mesmo de pensar em me tornar um ator de cinema. Onde recebi minha primeira referência cinematográfica. Passava tardes assistindo aos filmes no Cineteatro. Além da arquitetura, ver tanto uma obra arquitetônica maravilhosa como um espaço de cultura viva”

4. Mambembe

“Um bar onde acontece a música, shows de artistas da cidade, isso é muito interessante. Frequentado pela juventude, pelas bandas novas que estão fazendo sua própria música”.

Redação O POVO Online

Nenhum comentário: