terça-feira, 20 de junho de 2017

Tríplex do Guarujá pertence à Caixa, diz defesa de Lula

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse, nesta terça-feira (20), que o tríplex do Guarujá (SP), que os procuradores da Lava Jato afirmam pertencer ao petista, é na verdade propriedade da Caixa Econômica Federal.

Os advogados de Lula convocaram uma entrevista coletiva para explicar as alegações finais que serão enviadas hoje ao juiz Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância. Segundo a acusação, o tríplex teria sido repassado a Lula em função de um esquema de propina entre a OAS e a Petrobras.

De acordo com a defesa de Lula, em 2010, os direitos de propriedade de todos os apartamentos do condomínio em que está o tríplex foram passados a um fundo da Caixa Econômica Federal já que a OAS estava em recuperação judicial.

"Uma investigação teria condição de aferir que este imóvel tinha seus direitos cedidos à Caixa", disse o advogado Cristiano Zanin durante a entrevista.

Uol
Postar um comentário