quinta-feira, 4 de maio de 2017

Universitário é assassinado a tiros em ação criminosa que visava outro homem

Um estudante universitário foi executado a tiros, por dois homens que planejavam matar o primo da sua namorada, no bairro Guabiraba, no município de Maranguape, na noite da última quarta-feira (3). Ninguém foi preso até o momento.

Segundo informações apuradas pela TV Diário no local de crime, João Pontes Oliveira Neto, conhecido como 'Netinho', de 23 anos de idade, estava na frente da residência da namorada, na Rua Capitão Manoel Bandeira, na companhia do primo dela, identificado como Lucas Nascimento, quando os criminosos se aproximaram a pé.

Lucas correu e se escondeu dentro da residência, mas 'Netinho' foi alvejado com cerca de 9 tiros de arma de fogo e morreu no local. Em seguida, os suspeitos fugiram e não foram localizados pela Polícia.

O delegado plantonista da Delegacia Metropolitana de Maracanaú, Wagner Jorge, afirma que o alvo da ação criminosa era Lucas, que já tem passagens na Polícia por três homicídios, porte ilegal de arma de fogo, receptação e pela Lei Maria da Penha.

Já 'Netinho' não tinha antecedentes criminais. O rapaz de 23 anos estudava Administração e trabalhava como técnico de segurança do trabalho, em uma empresa.

*Com informações da TV Diário.
Postar um comentário