terça-feira, 23 de maio de 2017

Reunião Itinerante do Comitê Integrado de Convivência realizado em Iguatu discute seca na região

Na manhã de ontem, dia 22, Iguatu recebeu diversas cidades da região em um encontro itinerante com o Comitê Integrado de Convivência com a Seca do Estado do Ceará.

O encontro aconteceu no auditório do Campus Descentralizado Humberto Teixeira, com o objetivo de ouvir as principais dificuldades enfrentadas em decorrência da longa estiagem e adotar medidas a fim de amenizar seus efeitos.
Durante o evento, foi traçado um panorama geral da situação dos açudes que abastecem a região Centro-Sul e Vale do Salgado. A prefeita de Icó, Laís Nunes, relatou o estado crítico do açude de Lima Campos que abastece os municípios do Vale do Salgado e parte de Quixelô, localizado no Centro Sul cearense. De acordo com a prefeita desta cidade, Fátima Gomes, a situação dos quixeloenses é preocupante.

O prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor, apresentou ao Comitê um estudo realizado no início deste ano pela equipe de geólogos e agrônomos da prefeitura que demostrou a presença de um aquífero nas proximidades da lagoa do Julião e falou da importância do encontro. “Estamos vivendo uma seca histórica. Há muitos anos não se vê uma estiagem tão prolongada como esta. Por isso, é de extrema importância este encontro, para debater ações de combate à seca”, afirmou Lavor.
De acordo com o secretário da Agricultura e Pecuária de Iguatu, Hildernando Barreto, esse aquífero poderá garantir aos iguatuenses água potável em abundância para o suprimento das necessidades do município caso o açude Trussu entre em colapso.

O secretário Estadual do Desenvolvimento Agrário, Dedé Teixeira, destacou algumas metas alcançadas pelo Governo do Estado, como a perfuração de poços, a construção de cisternas bem como a implantação de sistemas de abastecimento de água e novos projetos em andamento.
Representantes de diversas cidades da região se pronunciaram durante o evento, apresentando suas dificuldades, sugestões e solicitando resolutividade por meio de ações emergenciais para garantir a sobrevivência dos agricultores.

Participaram do encontro representantes de instituições interessadas diretamente com a questão hídrica, a exemplo da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Agrário – SDA, Ministério do Desenvolvimento Agrário, Saae, Ematerce, Cogerh, Conab, Funasa, Defesa Civil do Estado do Ceará, Corpo de Bombeiros, Cagece, Bacia do Alto Jaguaribe, Dnocs, entre outras.

Também participaram do encontro a deputada Estadual, Mirian Sobreira, a Secretária Especial de Políticas Sobre Drogas, Aline Bezerra, secretários municipais de Iguatu e região, vereadores, além de outras autoridades.

Site Prefeitura de Iguatu
Postar um comentário