TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

terça-feira, 16 de maio de 2017

Comissão do TJD suspende Fortaleza de atividades esportivas por 30 dias e ameaça estreia em casa

Desidério
A Segunda Comissão do TJD, Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Ceará, aplicou uma punição pesada contra o Fortaleza, em julgamento ocorrido na tarde desta terça-feira (16). Com a decisão, o time está suspenso por 30 dias de participar de atividades esportivas, ou seja, o Leão não poderia disputar as partidas da Série C nesse período. Ainda cabe recurso.

A decisão da a Segunda Comissão Disciplinar foi em decorrência dos incidentes ocorridos entre torcedores no jogo Ferroviário 2x0 Fortaleza, no dia dois de abril na Arena Castelão. Além dos 30 dias de punição, a pena inclui também a perda de mando de campo de duas partidas e R$ 32 mil de multa. De acordo com o presidente do TJD, Frederico Bandeira, a punição deveria se referir apenas a jogos do Campeonato Cearense ou Taça Fares Lopes, não para outras competições, como o Campeonato Brasileiro, por exemplo.

Entretanto, há uma interpretação jurídica segundo a qual, o Tricolor do Pici não poderá jogar nem na sexta-feira, às 19 horas contra o Botafogo da Paraíba, pela Série C, visto que existe a punição em dias. No mesmo julgamento, o Ferroviário, que era mandante do jogo, foi punido em R$ 5 mil de multa e mais a perda do mando de campo de uma partida.

O presidente do Fortaleza, Marcello Desidério, classificou o resultado do julgamento como esdrúxulo e obsceno e prometeu recorrer da decisão. "Primeiro, o sentimento de indignação é imenso. Eu acho que as pessoas estão brincando de fazer Justiça Desportiva.Falo isso com muito tranquilidade, porque fui procurador geral do Tribunal local e fiz muitos amigos lá. É um órgão pelo qual tenho muito respeito. Está muito claro que há algo contra o Fortaleza. Em 2015, pediram o rebaixamento do Fortaleza. É uma decisão esdrúxula e obscena.Mas, vamos recorrer e essa situação só vai se resolver numa instância superior", disse Desidério.

DN Online

Nenhum comentário: