sábado, 29 de abril de 2017

Ceará registra terceira morte por dengue em 2017

 Mosquito Aedes aegypti é o transmissor da zika, dengue e chikungunya (Foto: LM Otero / Arquivo / AP Photo)
Uma terceira morte foi confirmada pela Secretaria de Saúde do Ceará por dengue em 2017. Dos óbitos, uma era do sexo feminino e dois do sexo masculino. As mortes ocorreram nas cidades de Maracanaú, Fortaleza e Tabuleiro do Norte.

Conforme o boletim epidemiológico divulgado na sexta-feira (28), no estado foram confirmados 28 casos de dengue com sinais de alarme e quatro casos de dengue grave.

Neste ano, foram notificados 25.472 casos da doença no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan). Do número, foram confirmados 4.988.

Óbitos por Chikungunya

Em 2017, há registro de um (01) óbito confirmado por chikungunya no mês de janeiro, de paciente do sexo feminino, 66 anos, residente no município de Fortaleza.

Zika

Em 2017, foram notificados 831 casos suspeitos de zika. Os casos confirmados na população em geral representam 10,3% (86/831) e casos descartados 18,7% (156/831) do total de notificações, segundo a Sesa.

G1CE
Postar um comentário