terça-feira, 15 de novembro de 2016

Ex-ministro de Lula critica a PF e defende obra em piscina do Alvorada

Gilberto Carvalho, ex-ministro de Lula e de Dilma Rousseff
Ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência durante o governo Lula, Gilberto Carvalho criticou a Polícia Federal por investigar suspeitas sobre a reforma que a Odebrecht fez na piscina do Palácio da Alvorada em 2008, durante a gestão do petista.

"É irresponsabilidade e, dessa forma, a PF desmerece o trabalho sério que acreditamos que ela sempre praticou", disse à reportagem.

Segundo ele, a Odebrecht fez parte de um consórcio de 22 empresas que, em 2004, custeou uma reforma no Alvorada. As obras, no valor de R$ 18,4 milhões à época, duraram de dezembro de 2004 a março de 2006.

Folha de S.Paulo
Postar um comentário