quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Aviões do Forró emite comunicado sobre operação da PF que investiga fraudes

Sob investigação de integrar esquema fraudulento, a banda Aviões do Forró repassou um breve comunicado oficial ao jornal O Globo no início da tarde desta terça-feira (18).

"A Banda Aviões do Forró informa que está à disposição da Polícia Federal e da Justiça e que colaborará com todos os questionamentos em relação à operação”, informou a nota.

No perfil oficial da banda no Instagram, por volta das 15h10, o mesmo comunicado foi divulgado para o público. Nos comentários da postagem, vários fãs deixaram mensagens de apoio. "O Aviões do Forró veio de baixo, lutou bastante para chegar onde chegou. Não é uma calúnia que irá derrubar com este sonho", escreveu um dos seguidores.

Agenda de shows segue inalterada

Nesta terça (18), a banda se apresenta em Floriano (PI) e na próxima quarta em Lavras da Mangabeira, a 340 km da Capital cearense. A agenda de shows segue inalterada.

Ao todo, quatro bandas de forró da A3 Entretenimento estão sendo investigadas na Operação "For All" não declaravam os cachês dos shows por inteiro no Imposto de Renda, segundo a Receita Federal e a Polícia Federal (PF). Duas delas são Aviões do Forró e Solteirões do Forró.

Vocalistas do Aviões e Solteirões prestaram depoimento

Estiveram presentes na PF para prestar esclarecimentos por condução coercitiva empresários e sócios da banda Aviões do Forró, assim como os vocalistas, Xand e Solange, do Aviões, e Zé Cantor, da banda Solteirões do Forró.

Condução coercitiva é uma forma impositiva de levar sujeitos do processo (de ofendidos, testemunhas, acusados ou peritos), independentemente de suas vontades, à presença de autoridades policiais ou judiciárias.

O Diário do Nordeste tentou contato com a assessoria de imprensa do grupo A3 Entretenimento, mas até o presente momento não obteve êxito.

DN Online

Nenhum comentário: