segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Ao menos 20 pessoas morreram e dez se feriram em acidente na PR-323. Colisão entre ônibus e caminhão ocorreu em Cafezal do Sul, no Paraná.

Familiares das 20 vítimas que morreram no acidente envolvendo um ônibus e um caminhão na PR-323, em Cafezal do Sul, no noroeste do Paraná, se concentraram em frente ao Instituto Médico-Legal (IML) nesta segunda-feira (31) esperando por notícias. O Hospital Cemil em Umuarama, onde dez feridos foram atendidos e uma lista com os nomes foi disponibilizada, também é ponto de concentração de pessoas que aguardam por mais informações.

Creuza dos Santos Barragam era uma das que procurava informações no Hospital Cemil, mas não encontrou o nome da irmã na lista dos feridos. “O nome da minha irmã não está na lista dos feridos, então acredito que ela não resistiu e morreu. Deus vai dar o consolo. Essa situação é muito difícil porque ela está deixando um filho de 16 anos, que não tem pai”, lamenta.

Já no IML, as famílias das vítimas fatais foram informadas que 19 corpos só devem ser liberados após a realização de exames de DNA. O Instituto informou que apenas um corpo poderá ser reconhecido pela família sem a necessidade desse exame.

O pedreiro Ailton do Carmo, que perdeu uma prima e um tio de 80 anos no acidente, foi até o local assim que soube do ocorrido. Assim como os demais, ficará aguardando pela liberação dos corpos dos parentes.

“O meu tio estava indo para Umuarama para fazer uma operação no olho. Ele era uma pessoa de idade, ia fazer 80 anos, bem doente. A minha prima estava acompanhando ele. Infelizmente, os dois morreram”, diz Carmo.

Um dos mortos era o motorista do caminhão. Os outros 19 estavam no ônibus. Apenas uma vítima, que também estava no ônibus, foi atendida no local, mas sofreu uma parada cardiorrespiratória. A equipe de resgate tentou reanimá-la por mais de uma hora, mas ela não resistiu. O restante das vítimas morreu carbonizada.

G1
Postar um comentário