quarta-feira, 27 de julho de 2016

Defesa de Dilma usará decisão do MPF que descarta crime em pedaladas

A defesa da presidente afastada, Dilma Rousseff, entregará nesta quarta-feira (27) as alegações finais do processo de impeachment. 

Além dos argumentos que foram expostos na defesa prévia, o ex-advogado-geral da União José Eduardo Cardozo irá incluir uma decisão recente do Ministério Público Federal (MPF) que conclui que as pedaladas não são crime.
Postar um comentário