TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Advogado do Icasa garante que clube não será punido pela CBF

A liminar cassada pela CBF na madrugada desta quinta-feira recolocou o Icasa no Campeonato Brasileiro Série B. O departamento jurídico do clube deve recorrer da decisão, mas admite grande dificuldade por conta do feriadão no Rio de Janeiro. “O judiciário fica em recesso até quarta e vai funcionar apenas em sistema de plantão, o que complica muito”, explicou o advogado Carlos Eduardo Guerra, que cuida do processo icasiano no Rio.

Como a liminar não foi acatada pela CBF, o departamento jurídico do Icasa prepara uma ação indenizatória, que cobra da entidade um montante de 33 milhões de reais. “Seria a primeira vez que um clube do interior do Nordeste disputaria a Série A nesse modelo e a CBF, mesmo admitindo a irregularidade, simplesmente não acatou a decisão”, reclamou o advogado. A quantia cobrada foi calculada a partir da cota de televisão, rendas de jogos e patrocinadores que o clube poderia conseguir. “Não é uma receita irreal, adotamos um critério lógico para calcularmos esse valor”, disse Guerra.

A possibilidade de punição ao Icasa, que teria recorrido à Justiça Comum sem que a esfera esportiva fosse esgotada, não preocupa o advogado alviverde. “Fizemos a denúncia à procuradoria do STJD e houve o arquivamento. Imediatamente recorremos à presidência. A partir disso, esgotamos as possibilidades e partimos para a Justiça Comum”, tranquilizou Guerra.

Nenhum comentário: