sexta-feira, 14 de maio de 2010

Menino que nasceu nas alturas, morreu voando!!!


Dia 17 de Julho de 1957, o DC-3 da Vasp, estava em aproximação para pouso no aeroporto Dr. Gastão Vidigal em Maringá, Paraná, quando sua rotina foi alterada, de repente, por fato inusitado:uma senhora grávida, entrou em trabalho de parto, obrigando os inexperientes comissários e tripulantes a ajudar o nascimento do menino Miguel Vaspiano Lepeco!

Ao entrar no espaço aéreo da pequena Maringá, uma surpresa: nascia mais uma criança. Uma criança que não somente tinha um destino qualquer como as outras. Esta criança já tinha a sua vida traçada naquele mesmo exato momento: o destino de se tornar um piloto.

O garoto, por influência materna incorporou em seu sobrenome, uma justa homenagem à empresa que o ajudou a ver o mundo pela primeira vez, e tornou-se Miguel Vaspiano Lepeco

A partir de então, começara sua vida servindo em nome da aviação até ontem, 13 de maio de 2010, onde Miguel Vaspiano Lepeco, terminava a sua vida da mesma forma que veio: através das alturas.

Por volta das 14h30, iniciava um procedimento rotineiro: transportar pessoas para outros lugares. Decolava do aeroclube de Manaus, levando junto uma comitiva de funcionários da Secretaria de Estado e Qualidade do Ensino do Amazonas (SEDUC), entre eles, a secretária de educação, Cínthia Régia.

Minutos depois de decolar do aeroclube, segundo informações, o comandante Vaspiano (como era conhecido), falou à torre que iria retornar à origem.

O destino estava traçado e o menino que nasceu nas alturas já não podia mudar o destino que foi colocado.

Ele tentou ainda pousar sobre a área do Colégio Salesiano Dom Bosco Leste, mas a aeronave estava em alta altitude e começava a perder altura rapidamente. Ainda tentou acionar o trem de pouso e pousar no lugar; mas era impossível fazer o procedimento.

A perícia do comandante Vaspiano em escolher aquele lugar para miminizar a tragédia, foi marcante. Caso aquele lugar não fosse usado, a aeronave poderia cair em várias casas!

Mas, aquele fato que mudou a rotina daquele aeroporto no dia 17 de julho de 1957, acabou reeacontecendo ao contrário no dia 13 de maio de 2010, onde, o menino que nasceu nas alturas, acabou deixando sua vida nas alturas!

Nenhum comentário :